terça-feira, 10 de maio de 2011


O REIQUEIJÃO

A princípio era um trabalho prá levantar dinheiro. Um jogo de xadrez com estilo.
Primeiro o Punk-Londres, em seguida viriam Bossa Nova-Rio de Janeiro, 
Clássico-Viena e Jazz-Nova York.
Mas depois de um trâmite mal executado, acabei abandonando a idéia.
Sobrou que estão em casa até hoje (fundi 4 jogos em chumbo).

Chumbo banhado e madeira



Dias atrás fui procurar uma coisa e achei isto (quieto desde 2006!):
Resina e copo de requijão

O inconsciente tem seus mistérios. Deixou esta peça esquecida e quando achou que era o momento fez eu ir buscá-la. Nem lembro qual coisa estava procurando.


Cada personagem se encontrou em um outro jogo e, finalmente, mostraram a que vieram.
Gesso Pintado (Rainha), resina (Rei e Peão) e potes de vidro
Gesso Pintado (Bispo e Cavalo), resina (Torre) e potes de vidro

Alguns trabalhos levam anos para acabar. 
Este foi um.
A(s) cidade(s) é(são) a(s) musa(s). Prá ela(s) vai este novo "post":
em São Paulo, meu lugar no mundo e
em Osasco, onde moro.

ESCULTURAS EM CONSERVA


O Rei foi parar em frente onde, nos anos 80, havia o Cais.




A Rainha foi para o Madame Satã, outra casa dos anos 80
(parece que lacraram a entrada mas deixaram faltando um tijolo justamente prá esta intervenção).

O prédio da direita é a sede da CUT. A gente estava sem rumo quando viu o local.
Então ficou decidido que em "homenagem" à Central,
além do Bispo, postaríamos também um Peão.

 Distraí tirando foto dos "mano" e acabei não fazendo o close da intervenção, eita! 

 
Quarenta minutos mais tarde, quando a gente passava por lá, viu que tinha
uma fila enorme que começava perto do post e ia embora uns 200 metros. 
Era algo relacionado a um Igreja Evangélica. 
De vez em quando alguém via a intervenção, pena que não conseguimos registrar em foto, 
porque era engraçada a reação.  
Se tiver alguma imagem boa em vídeo eu posto aqui depois.


PRÓXIMA PARADA: OSASCO
 
Quase coloquei o Cavalo em frente ao Jockey Club mas bateu o bom senso e me mandei 
pro Rochdale em Osasco (Rochd'água pros íntimos)
Este caminho ferve de gente no final da tarde, muitas crianças e jovens do Eremim, 
(ONG onde ensinei vídeo por 3 anos), por isso deixei bem fácil para alguém levá-la.

 Por fim, a Torre ficou numa ponte entre a sede de um banco e uma faculdade. 
Depois das 5 da tarde passam centenas de pessoas por esta pontezinha.


E dos dois "mano" que participaram desta intervenção, um era da
Nicarágua, o que tornou esse "post" uma intervenção internacional!
Gracias ao Luciano e ao José Valdivia.









2 comentários:

Teacher Nathália disse...

nossa! pago mto pau para esse xadrez! sério! mtoo criativo! Pode ser meu presente de casamento!? rs

Luís disse...

Claro que pode.
Mas tem um probleminha; você vai ter que casar!